Fatos e mitos do iPad 3G


Algumas dúvidas e perguntas foram criadas em torno do fantástico aparelho da Apple, o iPad 3G, a revista Info Tecnologia, mesmo de forma superficial traz algumas perguntas e dúvidas de seus leitores, para quem ainda não teve acesso a revista do mês de agosto, o nosso site vai destacar as principais dúvidas.

1 – A versão do iPad 3g é mais pesada?

Sim, ela é mais pesada que a versão Wi-Fi, mas na prática isso não interfere em nada. O modelo 3G tem cerca de 50 gramas a mais, o que é imperceptível em um aparelho que pesa 730 gramas.

2 – A versão 3G funciona com as operadoras do Brasil?9749754f146af1fcfd9db24e47026308 Fatos e mitos do iPad 3G

Sim, a Apple fabricou apenas versões desbloqueadas do iPad 3G. Dessa forma tanto o modelo brasileiro que chega em outubro, quanto os iPads comprados no exterior podem acessar a internet com chips do padrão microSIM.

3 – A bateria dura menos?

Nos testes feitos pela revista, o iPad 3G suportou 9 horas e 48 minutos de trabalho intenso (uma bela marca), mesmo assim 60 minutos menor que testes feitos apenas no que tem Wi-fi.

4 -  A velocidade do iPad 3G segura a onda?

Quem depende desta tecnologia para navegar usando Notebook ou Netbook já sabe a resposta para esta pergunta. Mas o sinal do 3G do iPad é acima da média e menos traumática que em um notebook, isto graças a aplicativos mais leves e as páginas do Safari mais otimizadas.

5 – Vale a pena pagar mais caro pelo um modelo 3 G?

Apesar de ter especificações técnicas quase idênticas ao modeo Wi-Fi, o iPad 3G custa bem mais. Nos estados Unidos a diferença é de 130 dólares. Já no nosso querido Brasil, o modelo 3G é encontrado, em média, por R$ 2.900,00, uma facada! Mas a felicidade de baixar dados e acessar páginas em qualquer lugar sem depender apenas do Wi-Fi, tem seu preço, ele é alto.

admin

Top 10 mais acessados

Minion Rush: download ( 3130 acessos )